Sustentabilidade Instituto Embu
Escrevendo Legal

Inclusão Total

Partindo do pressuposto que educação e tecnologia não constituem uma dicotomia, o Instituto Embu incluiu no aprendizado de seus alunos do Projeto Escrevendo Legal a Inclusão Digital.

Adotamos a Informática como um recurso interessante e mesmo necessária nesse mundo globalizado. Assim, além de aprender a ler e a escrever, os alunos estão sendo incluídos digitalmente.

Após cada aula de informática, foi possível sentir o entusiasmo, a alegria da descoberta, os avanços que vão sendo concretizados e o resgate da autoestima com a realização de um sonho.

O “Projeto Escrevendo Legal” pretende auxiliar os alunos que encontram dificuldades no processo de escrita, bem como na apropriação das funções sociais que as práticas de leitura e escrita oferecem às pessoas.

O tipo de abordagem adotado é o de aproximar o processo de ensino-aprendizado da realidade vivida pelos alunos, considerando sua diversidade social e cultural, para tornar esse ensino mais acessível e significativo.

Para isso, é necessário destacar importantes fatores que contribuem para atingir esse objetivo. Entre eles, há a necessidade de compreender quem são esses alunos, quem são essas pessoas que retornam às carteiras escolares. Também é preciso saber quais são suas intenções e motivações.

“Para promover a mediação entre saberes cotidianos e saberes escolares, devemos buscar constante atualização, conhecer os melhores conteúdos a serem ensinados, pensando criticamente sobre a atuação e sobre os meios de aperfeiçoar as estratégias e práticas a serem adotadas, para ajudar da melhor maneira os nossos alunos”, explica a coordenadora educacional do Instituto, Marina Chikusa.

Como a grande maioria pertence a grupos sociais desfavorecidos, muitas vezes, o Instituto Embu é o único espaço onde pode ter acesso à informação ao conhecimento.

Dessa forma, o Instituto oferece gratuitamente o acesso a materiais como: livros, jornais, revistas, textos, apostilas, imagens, vídeos e visitas: aos museus, aos centros históricos, aos teatros etc.

Considerando também que os alunos são funcionários da Pedreira e necessitam de formação, quanto aos riscos presentes no desenvolvimento do seu trabalho, reforçamos as boas práticas de saúde e segurança dos trabalhadores da mineração.

- Embu S.A.